para não poupar letras

eu, no seu lugar, me leria…

porque eu já me escrevo

e há em cada vírgula minha

uma tentativa de tocar você

– me ler seria:

escrever entre as minhas linhas

o suficiente de você

(o suficiente para desescrever o precipício que separam nossas linhas).

mas você está mais para corda

que eu fico com os olhos de dedos

tentando descobrir como é que toca…

me ensina?

3 Respostas para “para não poupar letras

  1. acabo de processar as entrelinhas dos dedos que almejam a retas das cordas. e mesmo o desejar já faz canção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s