Reveillon… E agora? Agora!

Reveillon tem esse aspecto interessante, somos condicionados a olhar para trás, e olhando para trás a ponderar, avaliar, separar joio do trigo, pesar, dosar, redefinir, e invariavelmente projetar nossas querências para frente. Honestamente, acho muito pouco, nos damos a chance de ousar apenas uma vez por ano, nos vemos oficialmente como seres capazes de sonhar... Continuar Lendo →

Por quebra de regra, quebre…

Quanto tempo uma pessoa espera outra pessoa? Vamos lá, considere que uma pessoa não é uma meta, uma pessoa é uma pessoa, um território sem mapa, não um ponto de chegada, conquista ou objeto. E vejamos bem, abaixo os clichês, normas, estereotipos e regras, não estou falando do velho blábláblá que tanto se repete. Estou... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑