O último e o primeiro

O último e o primeiro:
bailarinos de toda dança,
a dupla de melhor arranjo.
Quando um se despenteia
o outro conduz a frente.
Quando o outro se cansa,
um puxa o rodopio.
O último e o primeiro,
um ao outro se lança
incansável par de dança,
a alma
a trança
a vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s