A gente apanha tanto tanto e tanto que vira inteiro orelha de tatame.

Que espetáculo dos horrores o ego tolo e vaidoso se condena a fazer. Sem ter como aplaudir saio para respirar lá fora. A vida é um espetáculo mágico fora do teatro egóico.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑