Amando se aprende de amor, parafraseando

Amor não é por encomenda, nem por barganha, nem por crédito. Requintado em sua simplicidade, amar não é breve. Amor não é parcelado, mas também não se tira em casa lotérica.

Não aposte no amor como quem lança sorte no bingo ou compete a cavalgadas. Não espere uma carta de crédito, um testamento, uma cobertura de seguro. O amor é alheio a roletas, mecânicas ou rédeas.

Apenas não se espante quando ele lhe chegar sem vestes de tsunami, sem enquadres de novela. Apenas aceite que o amor ama.

Amor é a mística mais sem mistérios, é o brinde sem reserva do mais fino vinho da uva desnudada.

  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s