“Life is like a box of chocolates”

A gente se surpreende. Temos a cabeça cheia de referências, filtros, belezas e impurezas. Mas não sabemos nada, nada absolutamente do que vai dentro de cada pessoa com quem lidamos. Achamos, achamos muito, feito criança pulante no banco de trás, com a pergunta: está chegando? Junto a um monte de querências.  Assim erramos. Nossa, como... Continuar Lendo →

Para não se arrepender (depois)

Havia uma mosca pousada sobre a borda da testa dele. Tirava do sossego os pensamentos que circulavam entre as vitórias e as derrotas que poderiam ser dele, enquanto suava sob as sombrancelhas, na opressão dos olhos do medo de quem não sabia se pôr por inteiro a tentar. Havia uma mosca rastreando as insônias dele,... Continuar Lendo →

O resgate da fé feminista

Eu sou feminista, nasci feminista. Não tive uma formação de base feminista, muito pelo contrário. E talvez essa contramão de base, tenha sido o melhor exercício para que esse meu feminismo de alma se revelasse. Paguei, e pago, os preços caros, de ser mulher em uma cultura ainda bastante machista, e de ter essa tendência... Continuar Lendo →

Por uma ética emocional nas relações

Existem muitos textos atuais, questionadores e incríveis, falando de superficialidade nas relações nos tempos atuais. Não vou chover no molhado, mas vou propor uma entrelinha com outra linha de costura. A palavra ética é sempre tentadora, escorregadia, circular. Da época  em que trabalhava em saúde, por mais árduo que fosse o debate, menos incerto do... Continuar Lendo →

De metáfora e melodia 4

Tudo passa:a embarcação que chega, a embarcação que vai, o passo do passo a passo, a dança da ondulação no tempo exato e refaz a graça do compasso.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑