Esse fio amarelo-rosa

Um dia é um amigo que te espera no sinal. Outro dia é você quem espera um amigo na praça. Um dia é um amigo que te acorda de um passo desalinhado. Outro dia é você quem guarda com os olhos um amigo em seus passos. E é tanta gente que passa, tanta gente à volta, que corre, anda dá volta.

Um dia é um amigo que te acolhe. Outro dia um amigo você abraça. O fio do amigo é filho de uma mesma energia que costura e borda no mesmo tecido da troca. E é tanta gente à volta, é um turbilhão de gente entre linhas, que o universo deve estar costurando sua colcha de retalhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s