Sabotagem PARAPARAPÁ

Por vezes as relações com as quais mais nos importamos, ou as realizações que mais buscamos, são exatamente as que mais sabotamos. Mas por que sabotamos? Não acordamos naquele dia decididos ao dar uma boa espreguiçada, dizendo “bom dia, dia incrível para eu me sabotar”! Mas verdade seja dita, todo dia é mesmo um dia incrível para a gente se sabotar. E se o fazemos, não o fazemos com consciência.

Se não o fazemos com consciência, precisa ter uma voz oculta em nossa mente propagando medos, dizendo o quanto não merecemos, ou não somos capazes, ou o quanto dará tudo errado, ou que o(a) fulano(a) isso ou aquilo quanto a mim. Essa voz nos guia para a cilada, e vamos determinados e inconscientes na direção de sermos nosso pior inimigo. Somos bastante criativos para nos sabotar, e na maior parte das vezes, sabotagem é só um outro nome para “incoerência”.

Incoerências são comuns, e como! Porque estamos intoxicados de formas de interpretar emocionais. Essas interpretações emocionais, geram padrões de escolhas e reações baseados em nos defendermos de algo. Estamos nesses momentos sendo guiados por medos e baixa autoestima, e completamente distraídos para a nossa verdade pessoal, o que de fato nos faria sentido expressar. Na maior parte das vezes estamos seguindo feito viciados do peso, pesamos conosco, pesamos com os outros, pesamos muito! E ao invés de fazermos de nossas relações e realizações uma terra fértil, a convertemos em barro seco, que racha e se torna poeira. Acontece que essa energia que empregamos é a que nos retorna, e assim seguimos no looping peso-incoerência.

Mudar nossos hábitos emocionais, nossos sistemas de interpretação e nossos padrões de escolhas e atitudes é árduo! Envolve desapego a quem achamos que somos, envolve despreendimento de formatos, envolve coragem, e mais: perseverança. A desintoxicação é progressiva, é um passo-a-passo de tomar consciência, de dissociar esses hábitos, sistemas e padrões da percepção de quem verdadeiramente somos. É um caro precioso, é escolha diária, mas é um profundo resgate do amor próprio, uma reoxigenação para a vida, uma liberdade. Então vai aqui a dica para início de semana:

Andou se sabotando? Se escolha! Lute por sua própria mudança!

sabotagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: