Quem mata a mata, queimada

A mata que incendeia

o descaso, o violar da cadeia,

a fumaça, o pesaroso alastro

de uma ganância parasitária

do sorver sem corresponder a fertilidade da água

do subtrair sem respeito a pluralidade da terra.

A mata violada pela ganância

a fumaça pesarosa da preponderância

o alastro do sorver da terra

por subtrair no descaso incendiário.

O homem parasita a terra

infecundo ser no respeito,

precisaria voltar à água

e recomeçar célula a célula.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: