Arsenal de miudezas: grandes valores

O segredo das miudezas está guardado no ventre de todos os fenômenos. Feito grão em grão se recolhe a sabedoria com humildade, e se devolve ao olho do recém chegado. Do broto à árvore, da floresta à folha, onde o rio leitou por baixo, ciclo a ciclo. O tempo de cada miudeza, cada miudeza e seus processos, as diferenças entre miudezas, parece uma renda sendo feita em mão artesã dedilhada de certeza cega. Na brisa os pássaros sopram suas mensagens, sementes se espalham. Se quer a vida conversa, se abre. Tudo passa por gestação, entre a suavidade e a coragem, no entanto é inquestionável: são inúmeros partos em um mesmo viver, e deles a essência é força. Afinar-se com o natural é uma forma de fé que não se esgota. E é caminho de amor, essa grandeza que move todas as miudezas. Respeito é um raio de sol de ouro que costura a vivência entre todas as formas de existir. Quando respeito e amor sinceramente se encontram, grãos se multiplicam.

Não é sobre guerras, é sobre o que desconhecemos e que nos impede de enxergar e ser fora delas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: