Antídoto

O tempo puindo discursos muito enroupados,
revelando não fronteiras de soldados
marchadas pelo poder ou imagem ou espaço
reduzindo a pele a desértico nada
na da naa daa naaa daaa
autista eco ecolálico
árido
seco, disfásico, traumático
e rotulado líquido, líquido esvaziado?
corroendo o esqueleto dos sentidos
não lubrificando as articulações do sentimento
pandêmico descontato, desmatamento,
sarna de carência para coçar em solitárias…
mas ela, cadê? Ninguém viu, ninguém vê,
revirada, quebrada, marcada
pelo tempo ácido, que não se escapa,
da estatística dobrou uma esquina, tentou de tudo
com o cérebro seco do mais do mesmo
até que um vento, dançante, intenso
atravessou de baixo a cima,
rebolante reflorestamento dos quereres.
Sim, é tesão
que endireita a vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: