Boom

Botar a vida no trombone
o sopro, o grito, o suor, o riso
descalar os vazios antes preenchidos arrítmicos
fazer contato tato tato ato.
Brotar na boca o som
para não passar a vida de tromba na sombra.
Botar o pulso no chão
para cortejar o que faz sentido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: