De Aceites

O lugar exato do que morre e do que nasce,
do que dissolve e do que floresce:
o aerado imperfeito fecundo da terra
por onde a água nos vazios penetra:
Quem não se esvazia endurece;
Quem não aprofunda não vive;
Quem tomba, desmancha, transforma tem poder de entrega.

  • De aceites é o caminhar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: