De rodar

A roda quando se esvaziaroda a noite da Joanaroda a solidão do Joãoroda a desesperança da Mariamingua como fecha um anodorme o coração peãono movimento que silencia,descostura os passos das pessoas,deixando em suspensão Sofia:cheio aceno de mão ao vazio,vazio burburinho de alegria no chãoaté que a roda novamente gire.

Arsenal de miudezas: grandes valores

O segredo das miudezas está guardado no ventre de todos os fenômenos. Feito grão em grão se recolhe a sabedoria com humildade, e se devolve ao olho do recém chegado. Do broto à árvore, da floresta à folha, onde o rio leitou por baixo, ciclo a ciclo. O tempo de cada miudeza, cada miudeza e... Continuar Lendo →

Mansamente

Mar de céu A angular terra Navega leve Sobre sonhos quentes Invertendo sombra em semente Devolve a graça Alegra Oceano de ser ao coração ... m a n s i d ã o . . .

Blog no WordPress.com.

Acima ↑