Norte

Sonhos pequenos, de valores imensos, sonhados a conta-gotas, buscados por uma vida toda, tantas vezes negados, estradas. Somos tão pequenos, e o céu tão largo... atalhos que nos encontram de volta, sinais, placas, insights, uma pequena concha pelo mar deixada, uma noite inteira em afago de presságio, para que o sol reaqueça no peito como... Continuar Lendo →

Dis-sonhos-sãos

A gente sonha um tanto de coisas no peito que deita fora a curva da noite e destece o que não somos. A gente gesta os sonhos que deitam a curva do dia de ser quem somos.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑