Cristal D’água

O cristal d’água pendurado a janela, passa três estaçōes aguardando a primavera. Apenas uma época por ano o sol incide seus raios naquele ponto exato, e faz feixes de arco-íris que a brisa coloca a circularem. É mágico, mágico como tudo na vida, que sempre se encontra ao alcance apesar de não visível ou palpável, e que os olhos cegos só se admiram quando feito pequenos milagres, quando a mágica se mostra provada.

Tão simples, tão desnecessário de lógicas, físicas, matemáticas, embora tudo por essas também seja circundado. Em equilíbrio com as esperas, em equilíbrio jamais estático com a linha que o sustenta, em harmonia com tudo que já desprovido de ter que ser se mostra como é.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s